Onze de Setembro, dez anos depois
As informações e opinões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Onze de Setembro, dez anos depois

adrianacarranca

21 Agosto 2011 | 14h24

Caríssimos leitores,

ainda não consegui me liberar da produção do livro que escrevo sobre o Afeganistão, interrompida pela perda de uma pessoa que eu amava muitíssimo e se foi aos 47 anos sem que eu pudesse fazer nada mais por ele. Esses foram, talvez, os meses mais difíceis da minha vida. Mas voltarei ao blog aos poucos, no rasto da cobertura dos dez anos do 11 de Setembro.

Leiam reportagem minha publicada, hoje, sobre as novas gerações afegãs.

Disponibilizo também aqui fotos inéditas dessa juventude que tem a difícil missão de reconstruir o país devastado por décadas de guerra.


*

NO RINGUE, O SÍMBOLO DE UM NOVO AFEGANISTÃO

*

Shamsia, artista plástica. Na frente de um de seus quadros e com seu grupo de amigos e artistas na National Gallery de Cabul.

*

FÁTIMA, ESTILISTA DE CABUL

A moça sob a burca é uma das clientes da estilista. Abaixo, Fátima na frente de seu pequeno ateliê.

*

O tipo de roupas que as afegãs usam nas festas – festas só para elas, é claro!