Coreia do Norte critica tortura da CIA
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Coreia do Norte critica tortura da CIA

Regime que é acusado de manter campos de concentração critica "brutalidade"

Felipe Corazza

10 Dezembro 2014 | 18h47

Kim Jong-un é acusado de crimes contra a humanidade pela ONU

Kim Jong-un também é acusado de crimes contra a humanidade

O governo da Coreia do Norte publicou ontem uma nota condenando a tortura cometida pela CIA americana contra prisioneiros após os atentados do 11 de Setembro.

O regime de Pyongyang, acusado pela ONU de diversos tipos de crimes contra a humanidade – incluindo a manutenção de campos de concentração para dissidentes – pergunta por que o Conselho de Segurança das Nações Unidas “vira o rosto” para as práticas descritas no relatório divulgado ontem pela Comissão de Inteligência do Senado dos EUA.

+ Siga o blog no Twitter
+ Especial: 60 Anos de Uma Guerra Sem Fim


O texto foi divulgado pela agência oficial norte-coreana KCNA. Tentando desqualificar o relatório da ONU sobre o próprio país, Pyongyang “denuncia” a inação da organização internacional sobre a agência de Inteligência americana – ainda que o relatório do Senado tenha sido divulgado há menos de 48 horas.

A KCNA cita como fonte da nota um funcionário da Chancelaria norte-coreana. O texto também lembra dos protestos nos EUA contra os assassinatos de homens negros desarmados por policiais brancos, episódios descritos pelo regime de Kim Jong-un como “condenáveis brutalidades”.

 

Mais conteúdo sobre:

Coreia do NorteEUAONUtortura