Kerry diz que Trump deveria consultar departamento de Estado antes de falar com líderes estrangeiros

Kerry diz que Trump deveria consultar departamento de Estado antes de falar com líderes estrangeiros

Secretário de Estado recomendou ao presidente eleito que é ‘valioso’ perguntar às pessoas que trabalham na área há um certo tempo qual sua opinião sobre o assunto

Redação Internacional

05 Dezembro 2016 | 07h44

WASHINGTON – O secretário de Estado dos EUA, John Kerry, afirmou no domingo que seria “valioso” para o presidente eleito do país, Donald Trump, consultar seu departamento antes de falar com líderes estrangeiros, algo que ainda não fez.

“Não fomos contatados antes dessas conversas”, afirmou Kerry durante um diálogo no centro de estudos Brookings de Washington, em referência aos contatos por telefone que o magnata teve com líderes internacionais desde que venceu as eleições do dia 8 de novembro.

“Acredito que tem valor obviamente ter pelo menos essas recomendações. Se escolhe segui-las ou não, é outro assunto, mas é valioso perguntar a quem trabalha no escritório e já o faz durante um tempo longo sua opinião sobre qual é a situação atual”, explicou o secretário de Estado.

Desde sua vitória, Trump aceitou telefonemas de parabenização de mais de 50 líderes internacionais, entre eles a da presidente de Taiwan, Tsai Ing-wen, na sexta-feira.

A conversa do republicano com Tsai foi o primeiro contato nesse nível desde que Washington rompeu suas relações diplomáticas com Taipé em 1979.

O contato, que provocou protestos da China, obrigou a Casa Branca a lembrar que o único governo chinês que Washington reconhece desde 1979 é o de Pequim. / EFE