Trump visitará vítimas de ataque jihadista em universidade de Ohio

Trump visitará vítimas de ataque jihadista em universidade de Ohio

Presidente eleito dos EUA deve se reunir com policiais e paramédicos que participaram do atendimento aos feridos; equipe de transição do republicano ainda não anunciou a viagem oficialmente

Redação Internacional

07 Dezembro 2016 | 09h03

WASHINGTON – O presidente eleito dos EUA, Donald Trump, visitará na quinta-feira as vítimas do ataque jihadista ocorrido na semana passada em uma universidade do Estado de Ohio, informaram os veículos de imprensa locais.

Ele também se reunirá com policiais e paramédicos que participaram do atendimento às vítimas do atentado realizado com um veículo e uma faca pelo estudante de origem somali Abdul Razak Ali Artan, que foi morto por forças de segurança.

Donald Trump surpreendeu o mundo ao conseguir derrotar Hillary Clinton e se tornar presidente dos Estados Unidos (Foto: Carlo Allegri/ Reuters)

Donald Trump surpreendeu o mundo ao conseguir derrotar Hillary Clinton e se tornar presidente dos Estados Unidos (Foto: Carlo Allegri/ Reuters)

A equipe de transição do presidente eleito ainda não anunciou oficialmente a viagem, ao contrário do que dizem diversos meios de comunicação americanos.

O ataque ocorreu no dia 28 de novembro na Universidade do Estado de Ohio, quando o jovem atropelou um grupo de pessoas e depois atacou os presentes com uma faca de açougueiro, deixando 11 pessoas feridas.

O jovem somali chegou aos EUA em 2014 como refugiado após viver sete anos no Paquistão. Segundo o FBI, ele se inspirou no grupo terrorista Estado Islâmico (EI) e no líder da Al-Qaeda, Anwar al-Awlaki, já morto.

Após o ataque, Trump disse que Artan “não deveria ter estado” nos EUA. / EFE