As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

A fantástica geopolítica das Eliminatórias Asiáticas da Copa do Mundo

gustavochacra

05 Setembro 2017 | 11h18

A Síria enfrenta o seu aliado Irã hoje em Teerã. Se vencer ou empatar e a Coreia do Sul não perder do Uzbequistão, consegue ir para a repescagem das Eliminatórias asiáticas da Copa do Mundo. Tem até uma chance de ir direto se houver uma combinação improvável de resultados. Os iranianos já se classificaram e os sul-coreanos estão próximos. A disputa agora está entre sírios e uzbeques. China e Qatar, que é inimigo da Síria, foram eliminados no mesmo grupo. Só no futebol para um país pobre e em guerra como a Síria superar a mais populosa nação do mundo com o segundo maior PIB, como a China.

Caso consiga ir para a repescagem, a Síria pode pegar outros inimigos – Arábia Saudita ou Emirados Árabes. Já o Iraque, parceiro de Bashar al Assad no combate ao ISIS, está eliminado em um grupo no qual o Japão já conquistou a vaga na Copa e a Austrália, praticamente.

E a Síria, se for para a repescagem e derrotar a Arábia Saudita ou os Emirados Árabes, jogará por um lugar na Copa contra o quarto colocado da CONCAF. E, hoje, há uma probabilidade de serem os EUA. Isto é, os sírios jogariam contra os americanos para ver quem irá para a Copa da Rússia, aliada de Assad e rival dos EUA, embora acusada de interferir nas eleições americanas para apoiar Trump.

No fim, claro, o campeão será Brasil, Alemanha, Itália, Argentina ou França. Quem sabe, uma Espanha. Estas são as potências do futebol.


Guga Chacra, blogueiro de política internacional do Estadão, comentarista do programa Globo News Em Pauta em Nova York e colunista do jornal O Globo, é mestre em Relações Internacionais pela Universidade Columbia. Já foi correspondente do jornal O Estado de S. Paulo no Oriente Médio e em NY. No passado, trabalhou como correspondente da Folha em Buenos Aires

Comentários na minha página no Facebook. Peço que evitem comentários islamofóbicos, antissemitas, anticristãos e antiárabes ou que coloquem um povo ou uma religião como superiores. Também evitem ataques entre leitores ou contra o blogueiro.  Não postem vídeos ou textos de terceiros. Todos os posts devem ter relação com algum dos temas acima. O blog está aberto a discussões educadas e com pontos de vista diferentes. Os comentários dos leitores não refletem a minha opinião e não tenho condições de monitorar todos os comentários
Acompanhe também meus comentários no Globo News Em Pauta, no Twitter @gugachacra , no Facebook Guga Chacra (me adicionem como seguidor) e no Instagram