O presente de Trump aos chavistas

Lourival Sant’Anna

13 Agosto 2017 | 09h36

Os chavistas receberam na sexta-feira uma ajuda inesperada do presidente Donald Trump. Entregue a um transe belicista, que já o havia levado a ameaçar a Coreia do Norte com a aniquilação nuclear, Trump declarou que estuda uma operação militar na Venezuela. O presidente Nicolás Maduro realizou com isso o sonho de todo líder populista de esquerda: obter dos Estados Unidos o reconhecimento de sua existência como inimigo. Seu mentor, Hugo Chávez, tentou isso a todo custo, sem sucesso.

Clique aqui para ler minha coluna no Estadão


0 Comentários