Ex-modelo de 28 anos é nova diretora de comunicação da Casa Branca
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Ex-modelo de 28 anos é nova diretora de comunicação da Casa Branca

Com perfil discreto e queridinha do presidente Trump, Hope Hicks é a terceira pessoa a ocupar o posto e a mais jovem na história da presidência

Redação Internacional

12 Setembro 2017 | 17h03

WASHINGTON – A assessora Hope Hicks, de apenas 28 anos, é a nova diretora de comunicação da Casa Branca, segundo a agência de notícias France-Presse, citando uma fonte do Executivo. Hope já ocupa a função interinamente há várias semanas e, de acordo com essa fonte, ela passa a atuar de maneira permanente agora, a mais jovem a assumir o cargo na história da Casa Branca.

Hope Hicks é a nova diretora de comunicação da Casa Branca. Foto: Mandel Ngan/AFP

Hope trabalhou para as Organizações Trump e foi uma das primeiras a se unir à campanha à presidência do magnata. Elogiada por manter-se longe de escândalos e por ser discreta nas redes sociais, Hope tem sido chamada em Washington de “intocável”.

O posto de diretor de comunicação tradicionalmente é menos exposto do que o de porta-voz – a face cotidiana do presidente americano. Desde a saída em julho de Sean Spicer, a porta-voz tem sido Sarah Huckabee Sanders, de 34 anos.


Ligada ao presidente, Hope Hicks terá uma tarefa difícil, em uma Casa Branca cujo ritmo de comunicação é marcado pelos tuítes e o tom muito popular do ocupante do Salão Oval.

A jovem é a terceira pessoa a ocupar o posto depois que Mike Dubke se demitiu em maio, e de Anthony Scaramucci, que teve uma rápida passagem por esse cargo.

Como assistente do presidente e diretora de comunicação estratégica, Hope está entre os 19 mais bem pagos funcionários da administração Trump. Seu salário de US$ 179,7 mil por ano a torna uma das seis mulheres mais bem pagas da Casa Branca, ao lado da assessora especial de Trump, Kellyanne Conway.

Em 2012, Hope trabalhou para a empresa Hiltzik Strategies, de relações públicas, que representava a linha de luxo de Ivanka Trump. O mesmo escritório passou a trabalhar para as empresas do ramo imobiliário de Trump, quando ele a conheceu e a convidou para trabalhar para sua campanha.

Este ano, Hope foi escolhida pela lista da revista Forbes30 com menos de 30“, sobre jovens influentes. A revista a designou como a “mulher mão-direita de Trump”, ressaltando seu papel no governo republicano.

Formada em Inglês pela Southern Methodist University, teve uma breve carreira de modelo e atriz na adolescência. Ivanka Trump afirmou, no ano passado ao New York Times, que Hope conquistou rapidamente a confiança de seu pai e ganhou dele uma série de apelidos como Hopester e Hopie. De acordo com o Times, a assessora mantém em sua mesa um bilhete de agradecimento de Trump: “Hopie – you’re the greatest!” (algo como “Hopie, você é a maior!”, na tradução livre. / COM AFP

 

 

 

 

 

Mais conteúdo sobre:

EUADonald TrumpHope Hicks