Trump não participará de abertura de embaixada americana em Jerusalém
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Trump não participará de abertura de embaixada americana em Jerusalém

Para críticos, transferência da representação, que fica atualmente em Tel-Aviv, marca reconhecimento por parte dos EUA de Jerusalém como capital de Israel

Redação Internacional

07 Maio 2018 | 15h40

WASHINGTON – O presidente dos EUA, Donald Trump, não comparecerá à cerimônia de abertura da embaixada americana em Jerusalém na próxima semana. A Casa Branca informou que nem ele, nem seu vice, Mike Pence, estarão presentes no ato que marcará o reconhecimento, por parte dos EUA, de Jerusalém como capital de Israel. Trump havia deixado em aberto a possibilidade de comparecer à cerimônia.

Cidade Velha de Jerusalém e o Domo da Rocha Foto: REUTERS/Ammar Awad

A ordem para a transferência da embaixada de Tel-Aviv para Jerusalém foi dada por Trump no ano passado, cumprindo uma promessa de campanha que despertou condenação de vários aliados americanos. Para os críticos, a decisão tornará ainda mais difícil um acordo de paz entre palestinos e israelenses.

Segundo a Casa Branca, o vice-secretário de Estado, John Sullivan, chefiará a delegação americana na cerimônia, que incluirá o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, a filha do presidente Ivanka Trump e seu marido, Jared Kushner. / AP