Chávez promete ‘fazer chover’ na Venezuela
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Chávez promete ‘fazer chover’ na Venezuela

Robson Morelli

15 Novembro 2009 | 14h45

Hugo Chávez
Foto: Marcelo García/Efe

 

Para enfrentar uma das piores secas que já atingiu a Venezuela nos últimos tempos, o presidente Hugo Chávez prometeu que vai bombardear as nuvens com raios para provocar chuvas e aumentar o nível das represas do país e reduzir os racionamentos de água e luz.

Segundo o presidente, a operação será feita com a ajuda de equipes e técnicos cubanos. Os equipamentos que bombardearão as nuvens com raios serão instalados em aviões Hércules. “Seguirei em um avião, e a nuvem que se atrever a atravessar o meu caminho receberá um raio para que chova”, prometeu.

Enquanto Chávez culpa o El Niño, o aumento do consumo e o desperdício pela crise energética, o país já enfrentou seis apagões nos últimos dois anos. Em Caracas, o calendário de racionamento prevê que o fornecimento de água seja interrompido duas vezes por semana.  Chávez  já pediu para que a população siga o seu exemplo de tomar banho em apenas três minutos e não use banheiras para economizar água, além de usar uma lanterna durante a noite para ir ao banheiro.

Por conta da crescente insatisfação da população e da proximidade das eleições legislativas de 2010, em que o presidente quer manter sua vantagem, Chávez anunciou a criação de um ministério para lidar com a crise energética. Para saber mais sobre a rotina de apagões e racionamentos, leia a matéria que está no Estadão desde domingo.