Cisnes da família real são mortos a tiros perto do castelo de Windsor
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Cisnes da família real são mortos a tiros perto do castelo de Windsor

Por uma antiga lei britânica, todos os cisnes que se encontram em águas abertas pertencem à monarca

Redação Internacional

01 Fevereiro 2017 | 17h13

LONDRES – Dois cisnes da monarquia inglesa morreram e dez ficaram gravemente feridos por tiros de arma de ar comprimido perto do castelo de Windsor, residência de Elizabeth II nos arredores de Londres, informou a polícia nesta nesta quarta-feira, 1º.

Britain's Queen Elizabeth smiles as she is shown a orphaned cygnet during the annual Swan Upping, near Windsor, southern England July 20, 2009. The ceremony of Swan Upping dates from the twelfth century and takes place during the third week of July every year. It has always been the duty of the Sovereign's Swan Marker to count the number of young cygnets each year and ensure that the swan population is maintained. The swans and young cygnets are also assessed for any signs of injury or disease. REUTERS/Sang Tan/Pool (BRITAIN ANIMALS SOCIETY ENTERTAINMENT ROYALS)

A rainha e um dos cisnes reais. Foto: Sang Tan/Reuters

A delegacia do condado inglês de Berkshire detalhou que quatro dos cisnes afetados foram encontrados no dia 24 de janeiro e outros 8 na sexta-feira.

Por uma antiga lei britânica, todos os cisnes que se encontram em águas abertas pertencem à monarca, menos alguns que, em cerimônia anual, podem ser reivindicados pelos antigos grêmios da “City” de Londres (a cidade antiga) Vintners e Dyers.

O detetive Les Jones expressou preocupação pelos fatos, que comoveram os moradores locais.

“São incidentes muito perturbadores nos quais animais indefesos foram os alvos. Esses acontecimentos comovem as pessoas e estamos realizando uma investigação para localizar os responsáveis”, explicou.

A diretora da associação de proteção de cisnes Swan Support, Wendy Hermon, que cuida dos animais feridos, disse que os responsáveis pelo ataque certamente “são pessoas que o fazem por diversão”.

“Isto é o pior que já vi em 20 anos, com tantos cisnes que foram alvos de tiro de uma vez só”, comentou.

A polícia pediu que qualquer cidadão com informação entre em contato através de uma linha telefônica, enquanto vários moradores locais tentam encontrar os responsáveis. / EFE

Mais conteúdo sobre:

rainha Elizabeth IIcisnesWindsor