Como personagem de Tom Hanks, haitiano vive em aeroporto argentino
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Como personagem de Tom Hanks, haitiano vive em aeroporto argentino

A vida de Freemont Herns, 48 anos, virou destaque na imprensa argentina por ele não ter dinheiro para embarcar para seu país-natal e nem ter a autorização para permanecer em território argentino

Redação Internacional

10 Novembro 2017 | 20h03

BUENOS AIRES – Tal qual o personagem Viktor Navorskim, interpretado por Tom Hanks no filme O Terminal (2004), um haitiano vive no aeroporto internacional de Fisherton, em Rosário, na Argentina, há sete dias.


A vida de Freemont Herns, 48 anos, virou destaque na imprensa argentina por ele não ter dinheiro para embarcar para seu país-natal e nem ter a autorização para permanecer em território argentino.

A história sobre o motivo de ele estar nesta situação é confusa. Alguns jornais informam que, como venceu o prazo permitido por lei para ele ficar no país, a empresa aérea cobrou uma taxa extra para regular sua situação. Como ele não tinha dinheiro, ele acabou ficando no aeroporto.

Tom Hanks vive Viktor Navorskim no filme ‘O Terminal’, de Steven Spielberg/ Divulgação

Outros portais informam que ele foi para o aeroporto errado – deveria ter ido para o Ezeiza, em Buenos Aires – e a companhia ofereceu o traslado até o local certo. No entanto, ele não tinha dinheiro para fazer a transferência e perdeu o voo.

Herns, então, passou a viver no aeroporto e consegue comer com a ajuda de outros passageiros que usam o local. O Departamento de Migrações da Argentina já informou que está acompanhando o caso e que já contatou a Embaixada do Haiti para resolver a situação. / Ansa

Mais conteúdo sobre:

Tom HanksO Terminal