Como Trump passou seu primeiro mês na Casa Branca, em números
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Como Trump passou seu primeiro mês na Casa Branca, em números

Levantamento do ‘Washington Post’ mostra que presidente passou 13 horas no Twitter, 25 jogando golfe e apenas 6 analisando briefings do Departamento de Inteligência

Redação Internacional

22 Fevereiro 2017 | 11h32

Um mês se passou desde que o magnata Donald Trump assumiu a presidência dos EUA. Em apenas 30 dias ele causou algumas polêmicas e criou situações de desconforto entre alguns países.

Donald Trump assina decretos em seu primeiro dia na Casa Branca (AFP PHOTO / JIM WATSON)

Donald Trump assina decretos em seu primeiro dia na Casa Branca (AFP PHOTO / JIM WATSON)

No total, o republicano ocupa a Casa Branca há 744 horas. Confira abaixo, segundo um levantamento do jornal The Washington Post, como ele passou cada uma delas (em números aproximados).

 

Em Washington

O presidente passou quase três quartos de seu tempo na presidência em Washington. Menos da metade disso foi usado por ele para trabalhar, valor calculado entre o momento que a imprensa é convidada a entrar na Casa Branca pela manhã até os jornalistas deixarem o local no fim da tarde. Essa medida de tempo de trabalho é imprecisa, já que Trump pode participar de reuniões após o horário em que normalmente trabalha ou revisar documentos importantes. Tais momentos são praticamente impossíveis de medir, assim como horas de sono ou passadas em frente à televisão.

No Twitter

Como se sabe, Trump gosta muito de usar o Twitter. O tempo gasto na rede social é difícil de determinar. Para isso, o Washington Post partiu de alguns pontos. Primeiro, normalmente o presidente publica uma série de pensamentos em vários tuítes ou apaga e reedita algo já publicado. Cálculos apontam que o tempo gasto com isso desde 20 de janeiro é, em média, de 8 minutos e 20 segundos. A partir de dados do portal Trump Twitter Archive, foi analisado cada tuíte publicado a partir de um aparelho Android – melhor indicativo para saber quando é o próprio Trump quem tuíta – e calculado que o tempo gasto entre cada um deles. No total, o republicano passou cerca de 13 horas na rede social em Washington e outras 5 na Flórida.

Na Flórida

Cerca de um quarto do tempo de Trump desde que tomou posse foi passado na Flórida – a maioria no resort em Mar-a-Lago ou jogando golfe. A equipe do republicano está ciente de que as horas que ele passa no jogo são questionáveis, mas não porque não merece ter um momento de lazer. E sim porque ele criticou muito o tempo que o ex-presidente Barack Obama gastava com o golfe. “Eu estarei trabalhando para vocês. Não terei tempo para jogar golfe”, disse Trump em agosto. Mas aparentemente ele encontrou tempo para isso. Apesar desse fato, o magnata passou grande parte do tempo no Estado participando de reuniões ou em telefonemas para líderes estrangeiros.

Em outros lugares

Trump passou cerca de 16 horas viajando no Air Force One e no Marine One, o helicóptero presidencial. Na maioria das vezes ele estava indo e voltando de Palm Beach, onde está localizado Mar-a-Lago. Mas o levantamento também inclui viagens a Filadélfia, na Pensilvânia; Dover, em Delaware; e Carolina do Sul. / The Washington Post