Criador do sistema que bloqueia sites estrangeiros na China burla própria criação
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Criador do sistema que bloqueia sites estrangeiros na China burla própria criação

Durante conferência, o engenheiro Fang Binxing queria mostrar um site sul-coreano, mas foi bloqueado. Acabou usando uma rede privada virtual para se conectar

Redação Internacional

06 Abril 2016 | 09h35

 

PEQUIM – O engenheiro Fang Binxing, conhecido por projetar o sistema que bloqueia o acesso a vários sites estrangeiros na China, entre eles Google, Facebook e YouTube, foi surpreendido recentemente usando uma rede VPN em público para burlar sua própria criação.


Segundo informações repercutidas nesta quarta-feira, 6, nas redes sociais chinesas, Fang usou uma VPN, uma rede privada virtual, que permite acesso às páginas bloqueadas na China, durante uma conferência no Instituto de Tecnologia de Harbin, no nordeste do país.

Engenheiro Fang Binxing é conhecido por projetar o sistema que bloqueia o acesso a vários sites estrangeiros na China, entre eles Google, Facebook e YouTube

Engenheiro Fang Binxing é conhecido por projetar o sistema que bloqueia o acesso a vários sites estrangeiros na China, entre eles Google, Facebook e YouTube (Foto: REUTERS/Aly Song)

O engenheiro foi a primeira vítima de seu próprio sistema, pois em sua exposição queria mostrar um site sul-coreano, mas este foi bloqueado. Ele teve então que usar a VPN, de acordo com uma notícia veiculada pelo jornal de Hong Kong, Ming Pao.

Segundo a publicação, Fang conectou a VPN para simular uma navegação na rede a partir da Coreia do Sul, e assim mostrar ao público, em defesa de sua censura, que esse país também bloqueia alguns sites – no caso, aqueles que apresentam uma visão positiva da Coreia do Norte.

O incidente provocou muitas piadas e comentários entre internautas na China, onde Fang é um personagem bastante impopular, e muitos deles ironizaram a censura sofrida pelo próprio censor. A impopularidade de Fang e sua “Grande Muralha da Internet” é tamanha que, em outra conferência, em 2011, um dos participantes lhe atirou um sapato. /EFE

Mais conteúdo sobre:

censuraChinainternet