Cronologia: Oito meses de batalha por Mossul
As informações e opinões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Cronologia: Oito meses de batalha por Mossul

Confira os principais pontos da retomada da cidade pelo Exército iraquiano

Redação Internacional

09 Julho 2017 | 17h35

O primeiro-ministro iraquiano, Haider al-Abadi, anunciou neste domingo, 9, a vitória de seu Exército sobre os jihadistas do Estado Islâmico (EI) na cidade de Mossul. A reconquista da região, transformada pelo grupo em seu principal reduto no Iraque, é a mais importante vitória das forças do país desde que o grupo extremista se apoderou em 2014 de vastos territórios na área.

Confira abaixo os principais pontos dessa retomada.

Mesmo antes do anúncio formal do governo, dezenas de soldados iraquianos já comemoravam a vitória às margens do Rio Tigre (Foto: AP Photo/Felipe Dana)

Mesmo antes do anúncio formal do governo, dezenas de soldados iraquianos já comemoravam a vitória às margens do Rio Tigre (Foto: AP Photo/Felipe Dana)

17/10/2016

As forças iraquianas lançam uma grande operação para reconquistar Mossul, ocupada pelo EI em junho de 2014

02/11

Exército anuncia a entrada em Mossul pelo leste. O líder do EI, Abu Bakr al-Baghdadi, pede, em uma rara gravação de áudio, que suas tropas lutem até o martírio

08/11

Os peshmergas, combatentes curdos iraquianos, anunciam a retomada de Bachiqa. No dia 13, as forças iraquianas retomam a cidade histórica de Nimrod

08/01

As forças de elite alcançam pela primeira vez o Rio Tigre pelo leste

24/01

As forças iraquianas anunciam “a completa liberação” da zona leste de Mossul

19/02

O primeiro-ministro iraquiano, Haider al-Abadi, anuncia o lançamento de operações militares para retomar a parte oeste de Mossul. Logo depois, as forças iraquianas entram na área após recuperar o aeroporto desativado perto da base de Ghazlani

04/05

O Exército iraquiano abre nova frente no noroeste. A operação visa completar o cerco na cidade velha, onde dezenas de milhares de civis estão cercados pelos extremistas

16/05

Bagdá anuncia a “libertação” de 90% do oeste de Mossul

18/05

Tropas iraquianas apoiadas por aviões da coalizão internacional lançam o ataque para retomar a cidade velha, onde os últimos extremistas se entrincheiram

21/05

O EI destrói a icônica mesquita de Al-Nuri e seu minarete inclinado do século 12. Foi neste local que Baghdadi havia realizado, em julho de 2014, a sua única aparição pública como líder do EI

25/05

Jihadistas lançam contra-ataques contra os bairros “libertados” de Tanak e Yarmuk, na zona oeste de Mossul

01/07

Jihadistas multiplicam os ataques suicidas, especialmente com mulheres e adolescentes, para conter avanço das forças iraquianas

09/07

O primeiro-ministro Haider al-Abadi  anuncia a “vitória” contra o EI em Mossul

Mais conteúdo sobre:

Estado IslâmicoIraqueMossul