‘É proibido reclamar’, diz placa instalada na porta do quarto do papa Francisco
As informações e opinões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘É proibido reclamar’, diz placa instalada na porta do quarto do papa Francisco

Aviso foi um presente do psicólogo Salvo Noé durante uma audiência-geral na Praça de São Pedro

Redação Internacional

14 Julho 2017 | 15h29

CIDADE DO VATICANO – Um curioso aviso foi colocado na porta do quarto do papa Francisco na casa Santa Marta, no Vaticano: “É proibido reclamar”. A informação foi revelada nesta sexta-feira, 14, pelo jornal La Stampa.

A placa é um presente dado pelo psicólogo Salvo Noé, autor de vários livros e cursos motivacionais, durante uma audiência-geral na Praça de São Pedro. Segundo a publicação, foi o próprio pontífice quem decidiu colocá-la na porta de seu quarto.

Em tom de brincadeira, a placa também alerta que

Em tom de brincadeira, a placa também alerta que “transgressores são sujeitos a uma síndrome de vitimismo com a consequente diminuição do tom de humor e da capacidade para resolver problemas” (Foto: AFP PHOTO / VATICAN INSIDER – La Stampa)

Francisco está de férias e tem recebido vários amigos e sacerdotes em suas instalações particulares.

A história foi divulgada junto a uma foto do aviso pelo jornalista Andrea Tornielli, que acompanha as notícias do Vaticano.

Em tom de brincadeira, a placa também alerta que “transgressores estão sujeitos a uma síndrome de vitimismo com a consequente diminuição do tom de humor e da capacidade para resolver problemas”. / AFP