Morre o locutor da famosa frase ‘mind the gap’ ouvida no metrô de Londres
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Morre o locutor da famosa frase ‘mind the gap’ ouvida no metrô de Londres

Phil Sayer tinha 62 anos e estava com câncer; anúncio foi feito pela mulher dele, que também gravou mensagens transmitidas no transporte público londrino

Redação Internacional

15 Abril 2016 | 08h59

LONDRES – O ex-locutor radiofônico conhecido por milhões de londrinos e turistas como a voz da famosa frase “Mind the gap” (cuidado com o vão) reproduzida no metrê morreu em razão de um câncer aos 62 anos na capital inglesa, informou a mulher dele nesta sexta-feira, 15. Phil Sayer gravou a mensagem sobre a existência de um vão entre o trem e a plataforma das estações que se tornou reconhecida em Londres e estampa desde chaveiros até placas decorativas.

Em mensagem na página do casal no Facebook, Elinor Hamilton comunicou que o marido, que foi locutor da emissora pública BBC no norte da Inglaterra nos anos 1980, antes que o casal criasse sua própria empresa de locução e dublagem, havia morrido na quinta-feira. Elinor também é a voz de recados ouvidos no transporte público londrino.

O jornal britânico The Guardian postou um vídeo em homenagem ao ex-locutor com as famosas frases ouvidas no metrô londrino.

A voz de Sayer pode ser ouvida nos serviços automatizados do metrô e das ferrovias britânicas, alertando os usuários para que “tenham cuidado com o vão” (Mind the gap), frase que se transformou em referência no transporte público da Grã-Bretanha.

“Phil Sayer: a voz da razão, da rádio e das ferrovias. Um amado marido, pai, avô, irmão, tio e amigo. Lamentamos informar que o serviço termina aqui”, escreveu Elinor Hamilton ao anunciar a morte de seu marido. /EFE