Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Internacional

Internacional » Obama faz participação em programa humorístico cubano

Internacional

Obama faz participação em programa humorístico cubano

Obama faz participação em programa humorístico cubano

Embaixada dos EUA em Cuba divulga vídeo do presidente interagindo com Pánfilo - famoso personagem do programa humorístico 'Vivir del cuento' - e preparando terreno para visita

Redação Internacional

19 Março 2016 | 23h49

Cláudia Trevisan
ENVIADA ESPECIAL / HAVANA, CUBA

Na véspera de sua chegada a Cuba, o presidente Barack Obama participou por telefone do programa de Pánfilo, o famoso personagem do programa humorístico semanal “Vivir del cuento”, exibido pela televisão estatal de Cuba.

Desacostumados à presença de autoridades em atrações do tipo, alguns cubanos duvidaram se a interação era real ou uma montagem. A Embaixada dos EUA em Havana divulgou nas redes sociais o vídeo da atração no qual é possível ver o presidente americano em seu escritório assegurando que é o “verdadeiro Obama” em conversa por telefone com o personagem interpretado pelo ator cubano Luis Silva.

Obama (D) interage com Pánfilo, personagem de humorístico cubano

Obama (D) interage com Pánfilo, personagem de humorístico cubano

O quadro com Obama começa quando Pánfilo quer saber se choverá no dia do amistoso de beisebol entre a seleção cubana e o Tampa Bay Rays, que será disputado na próxima terça-feira, 22. Para isso liga para o Instituto Meteorológico de Havana, situado na cidade de Casablanca, mas quem lhe responde é o próprio Obama, direto da Casa Branca.

Pánfilo ironizou a precariedade da infraestrutura do país e a antiguidade da frota de carros e fez referências sutis às dificuldades enfrentadas pelos cubanos. O humorista sugeriu que Obama não trouxesse muita bagagem no voo, porque poderia demorar muito tempo para retirá-la no aeroporto – a espera pode ultrapassar uma hora.

Depois, perguntou se Obama tinha transporte para a capital, ao que o presidente sugeriu que Pánfilo lhe buscasse em um “Almendrón”, nome dos carros da década de 50 que dominam as ruas de Havana. “Almendrón é o que mais temos. Meu vizinho Chacón tem um Chevrolet 58. Mas se preferir um carro mais moderno podemos buscá-lo em um Moskvitch”, disse Pánfilo, em referência aos pequenos carros soviéticos comprados pelos cubanos principalmente nos anos 80.

Pánfilo conversa con el Presidente Obama

¡Adivina con quién conversó Luis Silva Pánfilo! #ObamaenCuba

Publicado por Embajada de Estados Unidos en Cuba em Sábado, 19 de março de 2016

“Podemos tomar cerveja e jogar dominó”, convida Pánfilo durante a conversa, para depois lamentar não poder organizar uma festa para receber Obama porque este chegará amanhã, ao que o presidente americano responde em espanhol com o “no es fácil” característico do jargão cubano.

O humorista também disse que Obama poderia ficar em sua casa, se tivesse dificuldade para entrar hospedagem. Mas observou que o presidente americano deveria fazer uma gentileza à primeira-dama Michele Obama e deixar que ela dormisse do lado esquerdo da cama, porque o direito tem algumas molas soltas.

“Nos vemos em Havana”, conclui Obama, que chegará neste domingo, 20, a Cuba em uma visita histórica – a primeira de um presidente americano em atividade à ilha em 88 anos -, que servirá de impulso ao processo de normalização bilateral. O presidente americano usou a participação para preparar terreno. “O povo americano e o povo cubano são amigos”, disse a Pánfilo.

Não é incomum que Obama participe de programas humorísticos e talk shows nos EUA, em intervenções que combinam a política com o entretenimento. O quadro divulgado deve ser exivido na noites de segunda-feira. / COM EFE

Mais conteúdo sobre: