As informações e opinões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Políticos peruanos na mira da Justiça pelo caso Odebrecht

Conheça as principais acusações sobre ex-presidentes e líderes políticos envolvidos no caso

Redação Internacional

12 Julho 2017 | 05h00

Alejandro Toledo
Presidente do Peru entre 2001 e 2006, foi mencionado nas delações da Odebrecht como beneficiário de uma propina de US$ 20 milhões pela construção da rodovia Transoceânica. Teve a prisão preventiva decretada pela Justiça enquanto estava fora do país e tem contra si um pedido de extradição

Alan Garcia
Sucessor de Toledo no cargo, foi apontado pela empresa brasileira como recebedor de US$ 6 milhões em propinas em obras do metrô de Lima. Processo está em fase preliminar

Ollanta Humala
Governou o país entre 2011 e 2016 e foi apontado como receptor de US$ 3 milhões em propina para sua campanha vindo da Odebrecht

Pedro Pablo Kuczynski
Atual presidente do país, depôs sobre denúncias envolvendo a concessão da transoceânica, mas não responde a processo

Keiko Fujimori
Também recebeu recursos da empreiteira na campanha de 2011, segundo delação de Marcelo Odebrecht