As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Revoltado e sem luz, argentino decide tomar banho na concessionária; veja

Depois de dez dias sem luz em sua casa, um argentino decidiu ir ao escritório da concessionária de energia de bermuda, toalha e sabonete

Redação Internacional

18 Fevereiro 2017 | 22h42

Depois de dez dias sem luz em sua casa, um argentino decidiu ir ao escritório da concessionária de energia de bermuda, toalha e sabonete, dizendo que iria tomar banho ali. O insólito protesto foi gravado em um vídeo que está nas redes sociais. Pablo Blesa, professor da Universidade de La Plata, a 60 quilômetros de Buenos Aires, disse que a rede de água não chega à sua casa, que é abastecida por uma bomba, e por isso precisa de energia elétrica.

Segundo o jornal Clarín, o protesto foi registrado por um outro usuário da concessionária Edelap, que também estava sem energia em casa. Blesa contou que lavou o cabelo e o rosto em um escritório da empresa. “Saí todo molhado e me sequei no hall”, afirmou o professor. Ele diz que seu protesto foi para mostrar “o sofrimento de não poder lavar a roupa ou a louça, ter que ir sujo para o trabalho ou ter de incomodar um amigo para que lhe empreste o chuveiro”.

O protesto teve resultado. Duas horas depois, homens da Edelap foram à rua de Blesa trocar o transformador de energia. “Parece que se você não fizer barulho, ninguém te escuta”.