1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Veja a íntegra da carta aberta do líder opositor Leopoldo López

Redação Internacional

05 junho 2014 | 15:35

Após indiciamento pela Justiça, político do Vontade Popular disparou contra a juíza Adriana López e o presidente Maduro

10441264_10152420222199373_377659102214404677_n.jpg

Palácio da Justiça, 4 de junho de 2014

Ao povo da Venezuela:

Na madrugada de hoje, depois de receber um telefonema, a juíza Adriana López vendeu sua consciência ao poder corrupto, ratificando a medida de nos manter preso.

Meu profundo respeito a Christian Hollack e Marco Coello, que apesar de graves pessões não cederam à mentira e se mantiveram do lado da verdade, que hoje pagam com a prisão. São um exemplo da juventude venezuelana.

Ao covarde Maduro e sua elite governista eu digo:

Têm razão de ter medo. Com todo seu abuso de poder, sua corrupção e antidemocracia não poderão fazer nada contra o bravo povo da Venezuela, que unido conseguirá derrotar a ditadura por pelo caminh popular, democrático e constitucional.

Hoje, levo no coração a mensagem que nos enviou o papa Francisco por meio de Lilian (Tintori): fortaleza.

Estamos do lado correto da história e não desejaremos de luta por uma melhor Venezuela.

Aquele que se cansa perde.

Força e fé, Venezuela.

Leopoldo López