Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Internacional

Internacional » Vice-presidente colombiano recusa cargo de embaixador no Brasil porque clima quente prejudicaria seu cão

Internacional

As informações e opinões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Vice-presidente colombiano recusa cargo de embaixador no Brasil porque clima quente prejudicaria seu cão

Redação Internacional

19 Março 2014 | 17h51

angelino.jpg
Foto: Reprodução/El Universal

BOGOTÁ – O vice-presidente colombiano, Angelino Garzón, recusou o cargo de embaixador do país no Brasil. O motivo: o clima brasileiro poderia deixar seu cachorro doente.

Em uma entrevista publicada domingo 16 na revista Semana, Garzón, ex-sindicalista de 67 anos, afirmou que não poderia aceitar o cargo porque seu cachorro, da raça Pastor Alemão, “está muito peludo e o clima quente de Brasília poderia prejudicar o animal.”

Garzón havia avisado o presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, que não iria aceitar o cargo por “motivos pessoais” em fevereiro, por meio de uma carta. O vice-presidente não citou, na ocasião, quais seriam esses motivos./ AP

Mais conteúdo sobre: