As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Vídeo questiona versão de morte de jovem negro nos EUA

Redação Internacional

29 Março 2012 | 20h48

SÃO PAULO – A divulgação de um vídeo obtido pela rede de TV ABC nesta quinta-feira, 29, levantou dúvidas sobre a versão original do “vigia voluntário” George Zimmerman, que matou o adolescente negro Trayvon Martin há mais de um mês na Flórida. Nas imagens, Zimmerman aparece ileso ao chegar a uma delegacia policial na noite do crime.

Veja também:
Amigos temem por homem que matou adolescente na Flórida
Morte de adolescente negro em caso suspeito de racismo indigna Obama
Obama diz que jovem negro morto na Flórida poderia ser seu filho
Entenda o caso do adolescente negro assassinado na Flórida

Zimmerman afirmou ter atirado contra Martin em legítima defesa, após ter levado um soco no nariz do jovem, que teria ainda batido a cabeça do vigia contra a calçada. A descrição dos fatos, contudo, é desmentida pelo vídeo, que mostra o vigia sem ferimentos na cabeça e no rosto e sem marcas de sangue na roupa. Assista.

O caso despertou a indignação nos americanos e rendeu uma declaração do presidente Barack Obama, que disse que “se tivesse um filho, ele se pareceria com Trayvon”.

Capuz. No entanto, nesta quinta o Congresso dos EUA proibiu que um legislador usasse um capuz em homenagem ao rapaz durante um discurso. Para o representante negro Bobby Rush,  Trayvon foi alvo dos disparos por causa da cor de sua pele. “A discriminação racial precisa acabar, senhor presidente. Não é porque usa capuz que alguém é bandido”, disse, antes de ser interrompido pelo presidente da sessão.