Casa Branca: tempo está se esgotando para questão nuclear do Irã

A Casa Branca disse nesta sexta-feira que o tempo estava se esgotando para o Irã cumprir as obrigações sobre seu programa nuclear e disse que o voto de censura da agência nuclear da ONU à República Islâmica mostrava o consenso mundial sobre a questão.

REUTERS

27 Novembro 2009 | 16h46

Os membros da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA, na sigla em inglês) aprovaram por 25 votos a 3, com seis abstenções, uma censura ao Irã pela construção secreta de uma usina de enriquecimento de urânio.

A decisão recebeu um raro apoio da Rússia e da China, que no passado tentaram impedir as tentativas de isolar o Irã, parceiro comercial de ambos.

"O fato de 25 países de todas as partes do mundo votarem a favor (da censura) mostra a necessidade urgente de o Irã resolver a crescente falta de confiança internacional sobre suas intenções", afirmou o porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs, em um comunicado.

(Reportagem de Jeff Mason e Patricia Zengerle)

Mais conteúdo sobre:
EUA IRA CASABRANCA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.