1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Custo da guerra no Afeganistão irá superar Iraque em 2010

AP e Reuters

07 Maio 2009 | 17h 14

Orçamento de Obama muda prioridades; dos US$ 130 bi destinados a conflitos, US$ 65 bi irá para Afeganistão

O orçamento americano destinado à guerra no Afeganistão, considerada prioridade pelo presidente Barack Obama, irá ultrapassar, pela primeira vez, em 2010 o custo da guerra no Iraque, segundo números divulgados pelo Pentágono nesta quinta-feira, 7. A proposta para o ano fiscal de 2010, que começa em 1.º de outubro, prevê US$ 130 bilhões para missões internacionais, sendo US$ 65 bilhões para o Afeganistão e US$ 61 bilhões para o Iraque.

 

Veja também:

linkObama que US$ 100 mi do orçamento para fechar Guantánamo

especialEspecial: 30 anos de violência e caos no Afeganistão

especialEspecial: Guerra no Iraque: do início ao fim

 

No total, Obama pediu US$ 663 bilhões para o Departamento da Defesa. O orçamento tenta prover o que os EUA precisam "para lutar nas guerras em que estamos hoje e nos cenários em que provavelmente devemos enfrentar nos próximos anos", afirmou o secretário da Defesa Robert Gates em comunicado em Washington, enquanto visita o Afeganistão.

 

A proposta, que ainda precisa passar pelo Congresso, também encerra um controverso "fundo de emergência" complementar pós-atentados de 11 de Setembro. O total do orçamento para o Pentágono, porém, é 4% maior do que o atual, com um aumento de US$ 20,5 bilhões. O chefe do escritório financeiro do Pentágono, Robert Hale, disse que a proposta orçamentária "redefine as prioridades de defesa da América."

 

Cerca de US$ 96,7 bilhões destinados as guerras no Iraque, Afeganistão, e para ajudar o governo paquistanês - um próximo aliado americano, vizinho ao Afeganistão - aumentar a segurança já foram aprovados por um comitê da Câmara de Representantes nesta quinta-feira.