Em golpe para Obama, republicanos vencem em dois Estados

Vitória da oposição em Virginia e Nova Jersey ocorre quando eleição de Obama à Casa Branca completa um ano

estadao.com.br,

04 Novembro 2009 | 15h03

Os Republicanos iniciaram nesta quarta-feira, 4, sua tentativa de recuperar a força do partido em um momento de crise econômica para rivalizar com o partido Democrata do presidente Barack Obama nas eleições para o Congresso do ano que vem.

 

Veja também:

linkBloomberg é eleito para terceiro mandato em Nova York

linkRepublicanos ofuscam aniversário da vitória de Obama

 

As vitórias dos candidatos republicanos aos governos de Nova Jersey e Virgínia, dois estados historicamente dominados pelos democratas, deram ao partido esperanças de que tenha conseguido sair do deserto político em que entrou após perder o controle do Congresso em 2006 e da Casa Branca em 2008. A ascensão dos republicanos ao poder nos dois estados vem no exato momento em que a eleição de Obama para a presidência completa um ano.

 

Nos dois Estados em que os democratas foram derrotados, os republicanos obtiveram os votos dos independentes, que tinham sido cruciais para a vitória de Obama no ano passado. Os resultados das duas disputas foram observados com atenção na busca por pistas sobre as atitudes dos eleitores americanos e como forma de avaliar se a coalizão diversificada que levou Obama à Casa Branca permanece intacta.

 

O secretário de imprensa da Casa Branca, Robert Gibbs, disse, entretanto, que as duas vitórias estaduais não eram referendo sobre a atuação do presidente americano. Em declarações feitas a jornalistas, Gibbs disse que os eleitores que foram às urnas na Virgínia e em New Jersey trataram de "questões bastante locais que não envolvem o presidente".

 

Segundo o porta-voz de Obama, os eleitores estão preocupados com a situação da economia em suas regiões e os pleitos realizados ontem nada têm a ver com a atuação do governo federal.

 

Apesar das declarações de Gibbs, Obama fez uma intensa campanha a favor da reeleição do governador de Nova Jersey, Jon Corzine, e esteve na Virgínia para pedir votos para o candidato democrata Creigh Deeds, derrotados por Chris Christie e Bob McDonnell respectivamente.

 

Os republicanos aproveitaram a oportunidade para exaltar a vitória do partido. "Nesta noite os eleitores dispararam um tiro de alerta aos democratas e à Casa Branca. Eles estão cansados dos gastos, cansados do desperdício e dos exageros que eles veem saindo de Washington", disse Eric Cantor, segundo membro mais importante do Partido Republicano na câmara dos deputados.

 

(Com Efe, Associated Press, Agência Estado, Reuters e New York Times)

Mais conteúdo sobre:
republicanos democratas Obama EUA eleições

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.