EUA parabenizam Mujica e esperam estreitar laços com Uruguai

O governo norte-americano saudou nesta segunda-feira o ex-guerrilheiro José Mujica por sua vitória na eleição presidencial do Uruguai e disse que espera estreitar os laços com o país, um importante sócio de Washington em várias áreas.

REUTERS

30 Novembro 2009 | 19h16

A vitória de Mujica, de 74 anos, significa a permanência no poder pelo segundo período consecutivo da coalizão de esquerda Frente Ampla, que chegou ao governo pela primeira vez em 2005 com o moderado Tabaré Vásquez.

"Saudamos o presidente eleito Mujica e elogiamos o povo uruguaio por seu forte compromisso com a democracia. O Uruguai é um sócio de valor dos EUA em muitas áreas e é um líder na promoção da democracia e estabilidade na região", disse Ian Kelly, porta-voz do Departamento de Estado norte-americano.

"Esperamos trabalhar com o presidente eleito Mujica para aprofundar nossa relação e avançar em metas comuns para o benefício dos povos do Uruguai e dos EUA", acrescentou.

Mujica tomará posse em 1o de março de 2010 e será o sucessor de Vásquez, que deixa o cargo com níveis recorde de popularidade, com mais de 70 por cento.

O ex-guerrilheiro obteve cerca de 52,6 por cento dos votos válidos no segundo turno eleitoral no domingo, ante 43,3 por cento do seu adversário Luis Alberto Lacalle, do Partido Nacional de centro-direita.

(Redação Washington)

Mais conteúdo sobre:
EUA URUGUAI SAUDACOES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.