1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Homem armado que matou uma pessoa em faculdade dos EUA foi contido por estudantes

REUTERS

06 Junho 2014 | 13h 52

A polícia buscava descobrir o motivo, nesta sexta-feira, para explicar por que um homem armado abriu fogo em uma pequena faculdade cristã em Seattle, no noroeste dos Estados Unidos, matando uma pessoa antes de ser contido por um grupo de estudantes.

A polícia de Seattle disse que Aaron Ybarra, de 26 anos, foi preso após o tiroteio e o tumulto de quinta-feira na Universidade Seattle Pacific, que também resultou em três feridos. A polícia não deu explicações para o ataque.

O suspeito, que não era aluno, entrou no prédio da universidade no fim da tarde e atirou em três pessoas, disse a polícia.

Estudantes desarmaram o homem na hora que ele parou para recarregar sua arma, e um segurança escolar utilizou spray de pimenta contra ele. Outra pessoa foi ferida na luta que se seguiu, disse a polícia.

“Outros estudantes pularam em cima deles, e eles foram capazes de conter o atirador, mantendo-o no chão até que a polícia chegasse minutos depois", disse o capitão Chris Fowler.

Esse foi o mais recente episódio em uma série de tiroteios em lugares públicos nos Estados Unidos, como escolas e teatros, que levaram a um intenso debate sobre regulamentações para controle de armas no país.