Importante cardiologista dos EUA morre atropelado em Orlando

Um dos mais notáveis cardiologistas dos Estados Unidos, Kenneth Baughman, do Brigham and Women's Hospital em Los Angeles, morreu após ser atropelado por um carro enquanto corria na manhã de segunda-feira, informou a Associação Americana do Coração (AHA, na sigla em inglês).

REUTERS

17 Novembro 2009 | 18h06

Baughman, de 63 anos, estava em Orlando participando das sessões científicas anuais da associação, onde dezenas de milhares de outros médicos estão reunidos esta semana. Ele foi atingido em um local próximo ao Centro de Convenções do Condado de Orange, uma área com grandes avenidas e algumas faixas de pedestres.

"Ken era um modelo para todos nós como um clínico, educador e cientista-clínico magnífico", disse Robert Bonow, ex-presidente da AHA e chefe de cardiologia da Northwestern University, em comunicado divulgado pela associação.

Baughman era diretor do Programa Avançado de Doença Cardíaca no Brigham e atuou por muitos anos como diretor de cardiologia do Centro Médico Johns Hopkins.

(Reportagem de Ransdell Pierson)

Mais conteúdo sobre:
EUA MORTE CARDIOLOGISTA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.