1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Kerry diz esperar decisões rápidas de Obama sobre o Iraque

REUTERS

13 Junho 2014 | 11h 35

O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, disse nesta sexta-feira esperar que o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, decida rapidamente quais os próximos passos o país dará para ajudar a combater o avanço implacável da insurgência islâmica no Iraque.

"Dada a gravidade da situação, eu antecipo que haverá decisões em tempo hábil do presidente em relação a esse desafio", disse Kerry a repórteres em uma entrevista coletiva com o ministro das Relações Exteriores britânico, William Hague.

"Estou confiante em que os EUA se movam rapidamente e de forma eficaz para se juntar aos nossos aliados para lidar com esse desafio", acrescentou Kerry.

Obama disse na quinta-feira que estava considerando "todas as opções" para apoiar o governo central do Iraque, dominado pelos muçulmanos xiitas, que assumiu o controle total do país quando a ocupação dos EUA acabou em 2011, oito anos após a invasão de 2003, que derrubou Saddam Hussein.

Kerry disse também que o primeiro-ministro iraquiano, Nuri al-Maliki, deveria fazer mais para colocar de lado as diferenças sectárias em seu país.

"O primeiro-ministro Maliki e todos os líderes iraquianos precisam fazer mais para colocar de lado as diferenças sectárias", disse Kerry, aludindo às queixas ocidentais de longa data de que o primeiro-ministro xiita tem feito pouco para acabar com as rixas com a minoria sunita, que ficou fora do poder desde a morte de Saddam e anseia por vingança.

(Reportagem de Arshad Mohammed)