1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Mulher comete suicídio e provoca fechamento de base militar dos EUA

REUTERS

25 Agosto 2014 | 19h 48

Uma soldado dos Estados Unidos armada com uma pistola atirou contra si mesma e se matou em Fort Lee, no Estado norte-americano de Virginia, nesta segunda-feira, provocando o fechamento da instalação militar, informaram autoridades.

A soldado entrou na sede do Comando de Armas Combinadas de Apoio por volta das 8h45 (horário local) e se trancou em um escritório. Ela atirou em sua própria cabeça enquanto a polícia negociava.

A mulher foi levada para o centro médico da Universidade Virginia Commonwealth, em Richmond, onde foi declarada morta, informou a base em um comunicado. O motivo do suícidio era desconhecido.

A base, cerca de 160 quilômetros ao sul de Washington, foi fechada por menos de uma hora, mas o portão perto do prédio onde ocorreu o incidente e ruas próximas foram mantidos fechados, disse o porta-voz da base Stephen Baker.

O incidente aconteceu cerca de quatro meses após um soldado com problemas de saúde mental matar três pessoas e ferir 16 em Fort Hood, no Texas.

(Reportagem de Ian Simpson)