Piloto da United Airlines é acusado de embriaguez antes de voo

Um piloto da United Airlines foi detido no aeroporto de Heathrow, nos arredores de Londres, acusado de embriaguez pouco antes de comandar um voo transatlântico, informou a polícia nesta quarta-feira.

REUTERS

11 Novembro 2009 | 16h38

Erwin Washington, de 51 anos e natural de Lakewood, no estado norte-americano do Colorado, foi acusado de "exceder o limite de álcool enquanto realizava uma função como funcionário da aviação", disse um porta-voz da polícia de Londres.

Ele foi detido na segunda-feira quando estava prestes a pilotar um avião Boeing 767 com destino a Chicago, nos Estados Unidos, com 124 passageiros e 11 tripulantes a bordo.

A United, uma unidade da UAL Corp, disse que o piloto foi suspenso enquanto aguarda uma investigação completa.

"A política da United com respeito ao álcool é uma das mais rígidas da indústria, não temos tolerância em relação à violação desta bem estabelecida política", disse uma porta-voz.

O piloto deve comparecer perante juízes de um tribunal no norte de Londres em 20 de novembro.

(Reportagem de Michael Holden)

Mais conteúdo sobre:
EUA PILOTO EMBRIAGADO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.