Reuters
Reuters

Apuração final confirma vitória de Mujica no Uruguai

Candidato esquerdista obteve 52,6% dos votos contra 43,3% de seu rival, Luis Alberto Lacalle

Efe,

30 Novembro 2009 | 20h13

O candidato esquerdista José Mujica obteve 52,6% dos votos e seu adversário, o conservador Luis Alberto Lacalle, somou 43,3%, ao final da apuração de todos os votos das eleições gerais de domingo, 29, no Uruguai, informou nesta segunda-feira, 30, a Corte Eleitoral local.

 

Além disso, a fonte lembrou que 2,29% dos votos foram brancos e que 1,78% foi anulado.

 

Agora só resta contabilizar os 34.526 votos observados, que são aqueles emitidos por pessoas que não puderam votar em seu colégio eleitoral por estarem trabalhando durante as eleições em outro lugar, como policiais e militares. Esta apuração começará nesta terça-feira, 1.

 

Edgardo Martínez Zimarioff, ministro da Corte Eleitoral uruguaia, informou à imprensa que o atraso na publicação dos resultados ocorreu devido aos problemas surgidos no norte do país, onde vários colégios ficaram isolados por causa das chuvas.

 

Veja também:

link Mujica venceu eleição uruguaia com 53% dos votos

link Mujica, ex-guerrilheiro a um passo da presidência

link Neto de caudilho, ex-presidente Lacalle se diz 'nacionalista'

blog Ariel Palácios: esquerda e direita, pero no mucho no Uruguai

 

A chapa composta por José Mujica e Danilo Astori foi a mais votada na capital, Montevidéu, onde superaram seus adversários, Luis Alberto Lacalle e Jorge Larrañaga, por mais de 200 mil votos, os quais também foram batidos nos departamentos (estados) de Canelones, Salto, Paysandú e Soriano.

 

A candidatura opositora foi a mais votada nos outros 19 departamentos do país, pouco povoados e de perfil majoritariamente rural.

 

Lacalle, presidente do país entre 1990 e 1995, reconheceu sua derrota já ontem à noite.

 

Mujica assumirá o poder em 1º de março de 2010 em substituição ao socialista Tabaré Vázquez, primeiro presidente de esquerda na história do Uruguai.

Mais conteúdo sobre:
Uruguai eleições José Mujica

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.