Canal de televisão pró-Zelaya é tirado do ar em Honduras

Direção da Cholusat Sur acusa o governo de facto de Micheletti de interromper transmissão de noticiário

Reuters,

20 Novembro 2009 | 13h23

O canal de televisão 26 de Honduras, que simpatiza com o presidente deposto, Manuel Zelaya, denunciou nesta sexta-feira, 20, que o governo de facto, liderado por Roberto Micheletti, tirou o sinal da emissora do ar por meio de interferência.

 

Veja também:

link ''Brasil não reconhecerá eleição hondurenha'', garante Garcia

lista Entenda a crise e os principais pontos do acordo

especial Especial: O impasse em Honduras  

 

Na frequência do canal, chamado Cholusat Sur, era exibido um filme de cowboys em vez dos habituais programas informativos na manhã desta sexta.

 

"O Canal 36 foi tirado completamente do ar. Eu quero responsabilizar o governo de facto de Roberto Micheletti por isso", disse Esdras Amado Lopez, diretor do canal, à Rádio Globo, também simpatizante do líder deposto. De acordo com a direção do canal, o sinal foi interrompido durante a transmissão do noticiário matutino.

 

O Cholusat Sur sofre interrupções frequentes em seu sinal desde o golpe de Estado de 28 de junho, quando Zelaya foi destituído pelos militares e expulso de Honduras.

Mais conteúdo sobre:
Honduras Zelaya Micheletti

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.