1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Desabamento fere 34 mineiros no Chile

Reuters e Efe

06 Agosto 2010 | 00h 59

Acidente foi no norte do país na noite desta quinta-feira, 5; não há informação sobre mortes

SANTIAGO - Unidades de salvamento chilenas trabalham intensamente esta noite para resgatar 34 pessoas presas em uma mina da cidade de Copiapó, 834 quilômetros a norte de Santiago, que pertence a Oficina Nacional de Emergência (Onemi), embora a polícia desconheça seus estados de saúde.

A Radio Cooperativa explicou que o acidente ocorreu por volta das 20h30 locais nesta quinta-feira (21h30 em Brasília), na Mina San Esteban, a cerca de 80 quilômetros de Copiapó.

Bombeiros voluntários das localidades de Copiapó, Caldeira, Chañaral e Diego de Almagro chegaram ao local para iniciar os trabalhos de busca e resgate dos envolvidos, que podem não estar vivos.

A Intendenta (governadora local), Ximena Matas, indicou que os trabalhadores estariam em um "refúgio" existente a 300 metros de profundidade na mina, e que os funcionários contam com oxigênio, roupas de abrigo e provisões para se manterem durante algum tempo.

"Estamos verificando os antecedentes e outras circunstâncias, tratando de estabelecer contato com os trabalhadores. Estamos vendo as melhores formas para proceder ao resgate", disse em entrevista à Rádio Bío-Bío.

Também chegaram ao local o governador provincial de Copiapó, Nicolás Norman e o prefeito Maglio Cicardini.

Segundo testemunhas, os trabalhadores ficaram presos após um desabamento na jazida que se dedica à produção de concentrados de cobre e ouro.