Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Internacional

Internacional » Governador colombiano é sequestrado pelas Farc

Internacional

Internacional

Farc

Governador colombiano é sequestrado pelas Farc

Um policial foi morto durante ataque promovido por supostos rebeldes colombianos

0

Efe ,

22 Dezembro 2009 | 03h25

Supostos rebeldes das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) sequestraram o governador de departamento (Estado) de Caquetá, no sul do país, informou a mídia local. O governador Luis Francisco Cuéllar foi capturado

na segunda-feira após um ataque a sua casa, informou a rádio Caracol, citando funcionários locais.

 

Uma granada foi lançada na residência do governador em Florencia, a capital estadual de Caquetá. Após uma troca de tiros com seguranças, os rebeldes dominaram o governador e fugiram.

O paradeiro de Cuéllar não é conhecido, segundo a rádio. O chefe nacional de polícia, general Oscar Naranjo, deve chegar à região para comandar a operação de busca.

 

As Farc foram fundadas em 1964 e atualmente mantêm pelo menos 22 policiais e soldados reféns. Os rebeldes querem trocar esses agentes de segurança por membros das Farc presos. Segundo algumas fontes, porém, há vários outros reféns em poder das Farc na Colômbia.

 

O grupo pelos direitos humanos País Libre afirmou que a agência antissequestro da Colômbia reconheceu que há 1.500 pessoas desaparecidas no país, sob as quais há pouca informação.

 

O presidente Álvaro Uribe rejeita uma negociação política com as Farc. Estima-se que haja 7 mil rebeldes da organização atuando no momento.

 

No ano passado, alguns dos mais importantes reféns das Farc foram resgatados do cativeiro na selva, incluindo a ex-candidata presidencial Ingrid Betancourt e três norte-americanos.

Mais conteúdo sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.