1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Hugo Chávez declara ter se curado de câncer

Efe

10 Setembro 2011 | 14h 52

Presidente afirmou ter 'derrotado' o câncer em telefonema à TV estatal e disse não estar mais 'doente'

Atualizado às 17h21

 

CARACAS - O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, declarou neste sábado, 10, ter "derrotado" o câncer e que já não se considera "doente", mas um "convalescente". Chavéz afirmou que continuará a fazer exames para seguir com a sua "recuperação".

"Já posso lhes dizer que não me considero um doente, e sim um convalescente, tratado de um câncer, que não é qualquer coisa, é preciso tomar muito cuidado com isto, mas me incluo aos que derrotaram o câncer", disse o presidente em um telefonema a uma rede de TV estatal.

Em seguida, Chávez convidou "a todos os que têm essa terrível doença" a derrotá-la "com a ajuda de Deus e da vontade de viver". O presidente deixou o Hospital Militar de Caracas no dia 2, onde passou por um terceiro ciclo de quimioterapia com finalidade, disse, "preventivas", embora não tenha descartado que ainda necessitava continuar o tratamento em mais um quarto ciclo de radioterapia.

 

Tratamento em Cuba

 

"Hoje é sábado, vou fazer exames para seguir nesta jornada de recuperação", comentou o governante, sem dar mais detalhes. Na quarta-feira, 7, Chávez disse estar em recuperação e não doente porque, argumentou, "uma coisa é estar doente e a outra é estar convalescente, recuperando forças, reenfocando a vida".

O governante venezuelano realizou a maior parte do seu tratamento em Havana, onde foi operado em 20 de junho por causa de um tumor, divulgado publicamente apenas dez dias depois em um discurso transmitido pela televisão a partir de Cuba.

Chávez reiterou em diferentes ocasiões que não há "presença cancerígena" em seu corpo, embora não tenha revelado de que tipo câncer padece. "Eu viverei, lhes prometo, e estarei à frente de vocês em 2021 e 2031, construindo a pátria jovem, a pátria nova", disse a seus assistentes em um encontro de jovens do Estado Zulia (oeste do país).

O presidente da Venezuela já anunciou que tentará sua terceira reeleição nas eleições presidenciais de 2012 e que pensa em seguir no poder até 2031 ou até, chegou a brincar, "dois mil e sempre".

  • Tags: