Kirchners têm pior imagem entre políticos na Argentina

Pesquisa publicada pelo Clarín aponta que eleitores não apostam em nova vitória do casal em 2011

estadao.com.br,

12 Novembro 2009 | 15h59

Um levantamento da empresa Managemente & Fit na Argentina publicado nesta quinta-feira, 12, constatou que a presidente Cristina Kirchner e seu marido, o ex-mandatário Néstor Kirchner, formam o casal com a pior imagem política no país, de acordo com a agência ANSA.

 

No ranking dos políticos com a imagem mais negativa, os Kirchner aparecem no topo da lista, com 61,3% (Néstor) e 59,8% (Cristina). Apenas 19,7% acha que Néstor Kirchner tem imagem positiva, enquanto 20,1% crê na mesma coisa para Cristina. Néstor foi presidente da Argentina de 2003 a 2007, passando o cargo à sua esposa.

 

O casal enfrenta um dos piores momentos na condução do país. Em junho passado, nas eleições legislativas do país, os Kirchner sofreram sua primeira derrota desde que assumiram o governo, perdendo a maioria no Congresso.

 

A pesquisa, realizada em outubro passado com 1.800 entrevistados e publicada pelo jornal Clarín, ainda aponta o vice-presidente, Julio Cobos, na liderança do ranking. Mais de 54,8% dos consultados disseram que o vice de Cristina tem a imagem mais positiva.

 

Os entrevistados também foram consultados sobre a possibilidade de os peronistas vencerem as eleições presidenciais de 2011. Para 67,6% deles, o casal não ganharia, enquanto 24,4% acreditam nesta vitória.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.