1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Oficial da Marinha do Chile quebra tabu ao se declarar homossexual

REUTERS

27 Agosto 2014 | 21h 13

O oficial da Marinha Mauricio Ruiz tornou-se nesta quarta-feira o primeiro integrante das Forças Armadas do Chile a declarar publicamente sua homossexualidade, o que deverá contribuir para combater a discriminação em uma sociedade com uma longa tradição conservadora.

O testemunho do militar, que foi autorizado e apoiado pela Marinha, faz parte das políticas de combate à discriminação e discussão de "tabus" impulsionadas pela presidente socialista, Michelle Bachelet.

"Na vida não há nada melhor do que ser você mesmo, ser autêntico, olhar as pessoas na cara e que essas pessoas que estão te vendo saibam o que você é", disse Ruiz a repórteres em uma entrevista coletiva de imprensa.

"Por respeito a mim mesmo decidi informar à minha instituição sobre a minha condição sexual", acrescentou.

A declaração sem precedentes na Marinha ocorre quase três meses depois que funcionários do Ministério da Defesa iniciaram um processo para ajudar na integração de homossexuais no trabalho militar.

(Reportagem de Felipe Iturrieta)