Seis jovens são assassinados no sul de Tegucigalpa

O motivo do crime ainda é desconhecido, suspeita-se que tinha sido um confronto de torcidas

Efe

03 Maio 2010 | 04h25

Seis jovens foram assassinados neste domingo, 2, em Tegucigalpa, depois de terem assistido a primeira partida da final do campeonato de futebol Clausura entre Olímpia e Montagua.

 

De acordo com o porta-voz da policia, Omar Herrera, os seis jovens, de idade aproximada entre 15 e 20 anos, morreram atingidos por disparos de armas de fogo de calibre desconhecido.

 

Os três cadáveres foram encontrados a 300 metros da represa de Laureles, no extremo sul da capital hondurenha. O policial também declarou que ainda não se sabe as identidades dos jovens assassinados.

 

Os torcedores das equipes Olímpia e Motagua geralmente tem confrontos violentos depois das partidas entre os dois times, e este pode ser um dos motivos. Na última semana, representantes de ambos grupos assinaram um acordo, em presença de um oficial da polícia, em que se comprometiam em colocar fim a violência entre eles.

Mais conteúdo sobre:
Honduras Assassinado Confrontos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.