Venezuela detém 100 imigrantes ilegais colombianos

General venezuelano afirma que não pode falar sobre motivo que levou as pessoas ao país

Efe,

05 Novembro 2009 | 18h08

As autoridades da Venezuela informaram nesta quinta-feira, 5, sobre a detenção de cerca de 100 imigrantes ilegais colombianos que viajavam em três microônibus pelo estado de Barinas, no oeste do país.

 

O general Vladimir Padrino, chefe militar da região, disse ao canal estatal Venezolana de Televisión que a detenção aconteceu em um controle policial instalado nesse estado.

 

Padrino informou que o caso foi posto à disposição da Promotoria, que será a encarregada de investigar e dar explicações sobre o ocorrido.

 

O militar disse que não podia falar sobre a origem e o destino dos imigrantes ilegais, assim como também sobre a finalidade da presença dos mesmos na Venezuela.

 

Segundo ele, não se descarta que o caso esteja relacionado com a detenção, no início da semana, de quatro imigrantes ilegais colombianos armados.

 

O secretário do Governo de Barinas, Antonio Albarrán, apoiou as declarações do militar e disse que, por enquanto, o importante é investigar esse "movimento em massa de imigrantes ilegais".

Mais conteúdo sobre:
Venezuela Colômbia imigrantes ilegais

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.