1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Enviado da Ucrânia na OSCE diz que forças russas tomaram cidade; Rússia nega

REUTERS

28 Agosto 2014 | 09h 05

Segundo o representante ucraniano Ihor Prokopchuk, invasão russa é um "ato de agressão"

Mauricio Lima/NYT
Soldados ucranianos em posição defensiva em Novoazovsk, na fronteira entre Ucrânia e Rússia

O representante ucraniano no órgão de segurança europeu OSCE disse nesta quinta-feira que forças russas regulares tomaram o controle da cidade de Novoazovsk, no sudeste da Ucrânia, mas seu homólogo russo disse que as forças do país não atravessaram a fronteira.

Ihor Prokopchuk, enviado da Ucrânia na Organização para Segurança e Cooperação na Europa (OSCE, na sigla em inglês), disse a repórteres que foi registrada "uma invasão direta dos militares russos nas regiões leste da Ucrânia". Ele disse que a Ucrânia considera isso uma "ato de agressão".

O embaixador russo, Andrey Kelin, disse separadamente a repórteres durante uma reunião extraordinária da OSCE: "Nenhuma força russa atravessou em qualquer ponto a fronteira com a Ucrânia".

(Reportagem de Fredrik Dahl)