Explosões em depósito de armas na Rússia deixam 35 desaparecidos

As trinta e cinco pessoas que estão desaparecidas depois que uma série de explosões atingiu um depósito de armas na Rússia não devem ser encontradas vivas, disse o governador da região onde ocorreu o incidente, segundo a agência de notícias Interfax.

REUTERS

13 Novembro 2009 | 15h54

"Em quatro horas lutando contra as chamas, não conseguimos encontrar as 35 pessoas que estão desaparecidas. As chances (de encontrá-las) são poucas", disse o governador de Ulyanovsk, Sergei Morozov, segundo a Interfax.

Mais conteúdo sobre:
RUSSIA EXPLOSAO DEPOSITOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.