1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Greve ferroviária na França entra no terceiro dia

REUTERS

13 Junho 2014 | 09h 20

Uma greve no sistema ferroviário francês entrou em seu terceiro dia nesta sexta-feira e o governo disse temer que uma das maiores paralisações em anos poderia se arrastar até a semana que vem, interrompendo provas escolares de fim de semestre de milhares de estudantes.

O presidente François Hollande, em visita ao principado de Andorra - localizado entre a França e a Espanha- , pediu o fim do protesto do sindicato da categoria contra uma reforma da estrutura societária da companhia ferroviária.

“Isso não significa que o diálogo não continuará, mas chegou a hora que essa ação grevista acabe”, disse ele.

Passageiros viram interrupções em serviços ou cancelamentos desde que a greve começou na noite de terça-feira, motivada pelos planos do governo de fundir a operadora SNFC com a rede ferroviária RFF sob o comando de uma mesma holding, ao passo que manteria suas operações separadas.

Sindicatos temem que a reforma prejudique as condições de trabalho e querem a fusão total das duas empresas em uma única companhia, como era em 1997. Eles também querem que o governo assuma cerca de 40 bilhões de euros em dívidas das duas empresas.

(Por Yves Clarisse, Leigh Thomas e Julien Ponthus)