Kirsty Wigglesworth/AP
Kirsty Wigglesworth/AP

Líderes votam no Reino Unido; participação é considerada alta

Movimento de eleitores é grande desde o momento em que urnas foram abertas no Reino Unido

06 Maio 2010 | 11h12

LONDRES - O líder conservador David Cameron foi o primeiro postulante ao cargo de premiê a votar no Reino Unido nesta quinta-feira, 6, quando são realizadas as eleições parlamentares do país. Os primeiros indícios são de grande comparecimento às urnas, segundo informações do jornal The Guardian.

 

Veja também:

especialEntenda as eleições no Reino Unido

linkCandidato sobrevive a queda de avião

linkAscensão de Clegg reconfigurou eleições

linkEconomia enfraquecida faz líderes hesitarem  

 

Cameron, que lidera as pesquisas e tenta retomar o poder para os conservadores - desde 1997 o governo é dos trabalhistas, votou na circunscrição de Witney e fez poucos comentários após deixar o local das urnas.

 

Pouco tempo depois, foi a vez do atual primeiro-ministro, o trabalhista Gordon Brown, votar com sua mulher, Sarah, pela circunscrição de Kirkcaldy e Cowdenbeath, na Escócia. Minutos depois, o liberal Nick Clegg, também acompanhado da esposa, votou em Sheffield Hallam.

 

As pesquisas às vésperas das eleições britânicas indicavam vantagem dos conservadores. O levantamento apontava o partido de Cameron com 36% das intenções de voto, enquanto os trabalhistas tinham 38% e os liberais democratas, 26%. Se esse números se confirmarem, os conservadores se tornam a maior bancada no Parlamento, mas não teriam maioria para indicar o primeiro-ministro.

 

Participação

 

Fiscais eleitorais em Chingford e Woodfor Green, localidades de Londres, reportaram grande movimento nas primeiras horas do dia. "Os eleitores estão chegando desde o momento em que abrimos as urnas para votação", disse um deles.

 

O prefeito da capital britânica, Boris Johnson, previu uma "enorme" participação nas eleições enquanto votava em Islington, no norte da cidade. "Acho que essa foi uma campanha eleitoral transformadora. Acho que as pessoas estão mais entusiasmadas e interessadas do que nunca", disse.

 

Os colégios eleitorais abriram às 7 horas locais (4 horas em Brasília) e permanecerão disponíveis até as 22 horas (19 horas em Brasília). Aproximadamente 44 milhões de britânicos estão aptos a votar, mas a participação nas eleições não é obrigatória no Reino Unido. As primeiras declarações dos candidatos devem ocorrer uma hora depois do fechamento das urnas e a apuração em algumas circunscrições deve começar ainda durante a madrugada.

 

Além dos 650 membros do Parlamento, os britânicos estão elegendo 166 autoridades locais e prefeitos para as cidades de Hackney, Lewisham, Newham e Watford.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.