Remy de la Mauviniere/AP
Remy de la Mauviniere/AP

Ministra francesa orienta sem-teto a 'ficar em casa' no inverno

Nora Berra tentou corrigir gafe pelo Twitter, mas continuou motivo de piada na internet

Reuters

08 Fevereiro 2012 | 11h46

PARIS - A ministra da Saúde da França tentou consertar via Twitter um conselho constrangedor postado em um blog, no qual pedia que os sem-teto não saíssem à rua durante a onda de frio na Europa.

A ministra Nora Berra foi ridicularizada na internet por escrever em um blog no final de semana que bebês, idosos, enfermos e sem-teto são mais vulneráveis em épocas de frio extremo e deveriam "evitar sair ao ar livre". 

A gafe provocou uma enxurrada de mensagens no Twitter e na mídia de que ela estava sugerindo que os sem-teto não saíssem de suas casas.

Nora tentou limitar os danos via um tweet que redirecionava os leitores para uma nova nota no blogue, na qual a referência aos sem-teto foi retirada. "Há alguns assuntos que não se prestam à ironia", tuitou na terça-feira, 7.

Centenas de pessoas, a maioria sem-teto, morreram nos últimos dias enquanto um frio glacial varre a Europa, com temperaturas caindo para 20 graus negativos em partes da França. Muitas cidades francesas estão oferecendo abrigos noturnos extras para os sem-teto.

Mais conteúdo sobre:
Europa França Frio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.