Romênia escolhe novo presidente

Eleições acontecem pela primeira vez desde que país entrou para União Europeia

Efe,

22 Novembro 2009 | 04h32

Mais de 18 milhões de romenos escolhem neste domingo, 22, o novo presidente do país nas primeiras eleições desde a entrada da Romênia na União Europeia em janeiro de 2007. Os 21.306 colégios eleitorais, deles 294 no estrangeiro, abriram às 7h local (3h de Brasília) e fecham às 21h (17h de Brasília).

 

Entre os 12 candidatos, o atual chefe do Estado, o reformista de centro-direita, Traian Basescu, e o social-democrata Mircea Geoana são os melhor colocados nas pesquisas para passar a um segundo turno, previsto para 6 de dezembro.

 

O candidato liberal, Crin Antonescu, e o prefeito independente de Bucareste, Sorin Oprescu, seguem os dois favoritos nas pesquisas.

 

O Escritório Eleitoral Central (BEC) divulgará os primeiros resultados oficiais na segunda-feira às 8h horas (4h de Brasília), mas os dados de pesquisas e participação irão sendo conhecidos após o fechamento das urnas.

 

A Romênia está sem Governo desde que há mais de um mês o gabinete de centro-direita sucumbiu a uma moção de censura, o que deixou o país imerso em uma grave crise, com uma economia que se contraiu mais de 7% e um desemprego de 7%, o dobro de há um ano.

 

O novo presidente deverá designar um primeiro-ministro que consiga o apoio do Parlamento e prossiga com as reformas exigidas pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) para continuar recebendo um crédito de 20 bilhões de euros estipulado em março passado, agora bloqueado pela falta de um Governo em Bucareste.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.