Rússia pede a Irã que pare com 'demagogia política' após críticas

Ahmadinejad criticou Medvedev por apoiar postura dos EUA quanto à busca de novas sanções

Reuters

26 Maio 2010 | 10h55

MOSCOU - O principal assessor de política externa do presidente da Rússia, Dmitri Medvedev, disse nesta quarta-feira, 27, ao presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, para parar a "demagogia política" que vem sendo feita depois de os iranianos terem criticado a posição russa de apoiar novas sanções contra a República Islâmica por conta de seu programa nuclear.

 

Veja também:

linkAcordo é última oportunidade para resolver impasse, diz Ahmadinejad 

 

A declaração do funcionário do Kremlin foi feita depois que Ahmadinejad criticou a Rússia por se curvar às pressões dos EUA para respaldar uma nova rodada de sanções do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) e avisou Medvedev para que fosse mais cauteloso.

 

O assessor, Sergei Prikhodko, porém, minimizou as críticas e disse que a Rússia não era pró-EUA nem pró-Irã, mas apenas prezava pelos interesses nacionais. "Ninguém nunca manteve qualquer autoridade com demagogia política. Estou convencido de que a história milenar do Irã é uma prova disso.", disse Prikhodko por meio de comunicado.

 

"A Federação Russa é governada apenas em base nos seus próprios interesses. Nossa posição é nacional - ela reflete os interesses de todos os povos da Rússia e por isso não toma partido de nenhum dos lados", disse o assessor.

 

Em uma clara reposta a Irã sobre as faltas em esclarecer os fins pacíficos de seu programa nuclear, Prikhodko disse que a Rússia não pode aceitar tal inconsistência e a falta de transparência. "Qualquer extremismo político, falta de transparência ou inconsistência a respeito da tomada de decisões que afetam as preocupações de toda a comunidade internacional é inaceitável para nós. "Seriam bom se aqueles que falam em nome do povo iraniano se lembrassem disso", concluiu o comunicado.

 

Saiba mais:

especialEspecial: Os últimos eventos da crise nuclear

especialEspecial: O programa nuclear do Irã

lista Veja as sanções que já foram aplicadas ao Irã

lista Entenda a polêmica envolvendo o Irã

lista Leia a íntegra do acordo de Irã, Brasil e Turquia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.