Suécia diz que Tratado de Lisboa entra em vigor em dezembro

A Suécia, que ocupa atualmente a Presidência rotativa da União Europeia, disse nesta terça-feira que o Tratado de Lisboa do bloco entrará em vigor em 1o de dezembro.

REUTERS

03 Novembro 2009 | 15h21

"Depois de uma longa jornada, o Tratado de Lisboa alcançou o objetivo", disse o governo sueco em comunicado.

"Com a assinatura do presidente tcheco, todos os Estados-membros da UE já ratificaram o texto. O tratado entra em vigor em 1o de dezembro e todos os detalhes devem agora ser postos no lugar".

Em um comunicado separado nesta terça-feira, o primeiro-ministro sueco, Fredrik Reinfeldt, disse que iria pedir uma reunião de países da UE o mais rápido possível.

O presidente tcheco, Vaclav Klaus, que assinou o documento nesta terça-feira, foi o último líder da UE a ratificar o tratado. Isso significa que o bloco de quase meio bilhão de pessoas agora poderá escolher seu presidente para um mandato maior e um representante para as Relações Exteriores.

Mais conteúdo sobre:
UE TRATADO SUECIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.