REUTERS/Alkis Konstantinidis
REUTERS/Alkis Konstantinidis

95 corpos de imigrantes são encontrados na costa da Líbia nos últimos 5 dias

Grande parte das vítimas são de outros países africanos

O Estado de S. Paulo

05 Outubro 2015 | 11h10

BENGHAZI, LÍBIA - Os corpos de pelo menos 95 imigrantes foram encontrados na costa da Líbia nos últimos 5 dias, segundo o porta-voz do Crescente Vermelho, Mohamed Masrati.

Ele disse que as equipes de resgate encontraram 85 cadáveres perto de Trípoli, capital da Líbia, e 10 próximos a Sabartha, cidade costeira e principal ponto de partida para barcos de contrabandistas que vão para a Europa. Masrati afirma que a maioria das vítimas são imigrantes de outros países africanos.

Milhares de refugiados que procuram melhores condições de vida na Europa partem em barcos frágeis na Líbia na esperança de chegar à Itália. A Organização Internacional para Imigração diz que mais de 2.600 imigrantes morreram em 2015 até agora no Mediterrâneo.

Contrabandistas exploram as agitações na Líbia para tentar enviar centenas de imigrantes desesperados para o Mediterâneo. Ao mesmo tempo, o número de líbios deslocados em razão dos conflitos continua aumentando.

“Até agora, há mais de 550 mil deslocados internamente na Líbia por conta dos atuais conflitos em Bengasi e outras regiões, e acreditamos que esse número aumentará para ao menos 600 mil”, disse Masrati.

As Nações Unidas pressionam governos rivais da Líbia a formar um governo de unidade nacional. Enquanto isso, a Organização estima que 2,44 milhões de pessoas no país (aproximadamente 40% da população total) precisa de proteção e assistência humanitária.

Itália. A Guarda Costeira da Itália anunciou em sua página oficial no Twitter que resgatou 717 imigrantes de um barco nesta segunda-feira. A embarcação estava a cerca de 80 km da costa da Líbia. /ASSOCIATED PRESS

Mais conteúdo sobre:
imigração crise Itália Líbia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.