KCNA/Handout via REUTERS
KCNA/Handout via REUTERS

A Coreia do Norte fez novo teste com míssil balístico, diz Seul 

Na quinta-feira, um militar norte-coreano prometeu levar adiante o programa nuclear e os testes de mísseis no país para combater os "atos hostis" dos EUA

O Estado de S. Paulo

28 Abril 2017 | 18h33

SEUL - A Coreia do Norte teria conduzido um novo teste com um míssil balístico na manhã deste sábado (hora local, sexta-feira, em Brasília) em uma região ao norte de sua capital, Pyongyang. A informação é da agência Yonhap, que cita fontes militares da Coreia do Sul. Não há ainda detalhes sobre o míssil ou o lançamento, segundo a agência. 

"Coreia do Norte lançou um míssil não identificado de um terreno próximo a Bukchang, em Pyeongannam-do (sul da província de Pyeongan) no início dessa manhã", disse a agência citando um documento militar.       

No dia 15 de abril, o governo de Kim Jong-un falhou ao tentar lançar um míssil balístico, sempre segundo informações do Exército de Seul. Essa série de lançamentos causaram um acirramento da tensão na península coreana e fizeram com que o presidente dos Estados Unidos, principal aliado da Coreia do Sul, ameaçasse atacar a vizinha do Norte pelas "provocações".  

Na quinta-feira, um militar norte-coreano prometeu levar adiante o programa nuclear e os testes de mísseis no país para combater os "atos hostis" dos EUA. Em seguidia, Coreia do Sul e EUA concordaram em adotar "medidas punitivas rápicas" contra Pyongyang. 

Hoje, mais cedo, o secretário de Estado americano, Rex Tillerson, lançou um chamado para frear a ameaça nuclear representada pela Coreia do Norte, pedindo que a China exerça sua "influência econômica" para controlar seu aliado e evitar assim "consequências catastróficas". Segundo ele, o risco de um ataque norte-coreano nuclear contra o Japão ou a Coreia do Sul é "real". / Reuters e Ansa  

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.